Política Lula x Moro

MPF pede à Justiça do DF para não estender a ação de Lula decisão que declarou Moro suspeito

Lula √© r√©u em a√ß√£o que apura se houve favorecimento à Odebrecht em Angola. STF declarou Moro suspeito no caso do triplex, e defesa do ex-presidente diz que processos s√£o relacionados.

Por Hélder Loureiro Pegado

21/07/2021 às 20:06:16 - Atualizado h√°
A Procuradoria da Rep√ļblica no Distrito Federal pediu nesta quarta-feira (21) à Justi√ßa Federal de Bras√≠lia que n√£o estenda a uma a√ß√£o relacionada ao ex-presidente Luiz In√°cio Lula da Silva a decis√£o que declarou a suspei√ß√£o do juiz Sergio Moro.

O ex-presidente é réu em uma a√ß√£o na Justi√ßa de Bras√≠lia que apura se houve favorecimento à construtora Odebrecht para obras em Angola. Quando Lula se tornou réu, a defesa do petista negou irregularidades, afirmando que ele "jamais solicitou ou recebeu qualquer vantagem indevida antes, durante ou após exercer o cargo de presidente da Rep√ļblica".

Em junho, o plen√°rio do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a decis√£o da Segunda Turma da Corte que declarou Moro parcial ao condenar Lula no caso do triplex em Guaruj√° (SP).

A defesa de Lula, então, pediu o encerramento da ação sobre Angola sob o argumento de que o caso tem relação com o processo do triplex.

Para o procurador da Rep√ļblica Carlos Henrique Martins Lima, no entanto, n√£o h√° conex√£o entre as investiga√ß√Ķes. Ele argumenta que as provas t√™m origens diferentes e que o caso de Angola é analisado por outro magistrado.

Lima acrescentou que, na atual fase do processo, n√£o é poss√≠vel afirmar se Lula e os outros réus s√£o culpados e que, portanto, n√£o h√° motivo para o processo ser arquivado.

O que diz a defesa de Lula

Em resposta ao parecer do Ministério P√ļblico, a defesa de Lula afirmou que o processo de Angola est√° esvaziado por v√°rias decis√Ķes de v√°rias inst√Ęncias da Justi√ßa que j√° arquivaram fatos inseridos no caso.

"Ainda que den√ļncia fa√ßa refer√™ncia a elementos outros que n√£o aqueles obtidos exclusivamente no curso do caso 'triplex no Guaruj√°', fato é que a den√ļncia contém textualmente refer√™ncias ao caso 'Quadilh√£o do PT', que por sua vez lan√ßa m√£o dos elementos daquele feito. Ora, tratando-se de elementos il√≠citos, eles sequer podem permanecer no processo", afirmaram os advogados de Lula.
Fonte: Com G1
Comunicar erro
Paraiba Em Pauta

© 2021 Paraíba Em Pauta - Jornalismo Plural, de Interesse Público! Todos os direitos reservados à Pauta Comunicação & Assessoria.
Rua Vigário Calixto, 1754, Catolé, Campina Grande, Paraíba, Brasil.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Paraiba Em Pauta