Política Bolsonaro X Moro

Moro é palhaço, está mentindo e não tem caráter, diz Bolsonaro

Em entrevista à R√°dio Jovem Pan Paran√°, Moro acusou Bolsonaro de comemorar a sa√≠da do ex-presidente Lula (PT) da pris√£o. "Ele n√£o trabalhou para manter a execu√ß√£o em segunda inst√Ęncia", disse.

Por Hélder Loureiro Pegado

02/12/2021 às 10:10:55 - Atualizado h√°

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (2) que o poss√≠vel candidato à Presid√™ncia da Rep√ļblica em 2022 e ex-ministro Sergio Moro (Podemos) é "palha√ßo", "mentiroso" e "n√£o tem car√°ter".

"Esse cara est√° mentindo descaradamente. Quer ser candidato, é um direito dele. [?] Faz um papel de palha√ßo, sem car√°ter, est√° se comportando como jornalista da Folha, ou do Antagonista. Est√° de brincadeira. Mentiroso deslavado", disse em transmiss√£o ao vivo nas redes sociais.

Em entrevista à R√°dio Jovem Pan Paran√°, Moro acusou Bolsonaro de comemorar a sa√≠da do ex-presidente Lula (PT) da pris√£o. "Ele n√£o trabalhou para manter a execu√ß√£o em segunda inst√Ęncia", disse.

Segundo Bolsonaro, a declara√ß√£o do ex-aliado representa "falta de car√°ter" de alguém que "saiu pela porta dos fundos" de seu governo.

"Agora, ele chega aqui, que ser candidato, é um direito dele, t√° certo? Agora, atacando a√≠, dizendo que no dia 8 de novembro de 2019 –ele era ministro– e eu comemorei Lula livre. Pelo amor de Deus. Falta de car√°ter. Saiu do governo pela porta dos fundos. Traindo a gente".

O presidente ainda voltou a afirmar que Moro trocou uma poss√≠vel indica√ß√£o ao STF pela substitui√ß√£o do ent√£o diretor-geral da Pol√≠cia Federal, Maur√≠cio Valeixo. As movimenta√ß√Ķes na corpora√ß√£o teriam sido o estopim para a sa√≠da de Moro do governo. Bolsonaro fez a mesma afirma√ß√£o em depoimento no inquérito que apura poss√≠vel interfer√™ncia pol√≠tica na PF.


"Querendo trocar o chefe da Pol√≠cia Federal, o diretor-geral da Pol√≠cia Feral, com a sua indica√ß√£o para o Supremo: "Voc√™ me indica para o Supremo e da√≠ voc√™ troca o diretor-geral". O diretor-geral est√° em lei, a atribui√ß√£o é minha trocar, n√£o é nem o ministro, mas mesmo assim deixei nomear o senhor [Maur√≠cio] Valeixo".

Bolsonaro ainda citou o episódio que ficou conhecido como "Vaza Jato". Na ocasi√£o, supostas trocas de mensagens entre Moro, enquanto ainda era juiz federal, e o ent√£o procurador da Rep√ļblica Deltan Dallagnol vazaram.


"Quando estourou a Vaza Jato, para fortalec√™-lo, porque ele estava abatido, e reclamou aqui: "Dallagnol n√£o apagava as mensagens, eu apagava". Fui com ele no evento da Marinha para dar moral para ele, prestigiando o Moro porque ele estava muito abatido. Tive acesso a muita coisa que aconteceu l√°, vergonhosas trocas de informa√ß√Ķes que eu tive conhecimento depois, mas dando moral para ele", disse Bolsonaro, citando uma série de apari√ß√Ķes p√ļblicas ao lado do ex-ministro.

Moro filiou-se ao partido Podemos em 10 de novembro. Em entrevista ao programa Conversa com Bial, da TV Globo, disse "estar pronto" para liderar um "projeto nacional".

Fonte: Com Poder360
Comunicar erro
Paraiba Em Pauta

© 2022 Paraíba Em Pauta - Jornalismo Plural, de Interesse Público! Todos os direitos reservados à Pauta Comunicação & Assessoria.
Rua Vigário Calixto, 1754, Catolé, Campina Grande, Paraíba, Brasil.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Paraiba Em Pauta