Paraíba Poluição

Óleo que atingiu praias do Litoral da Paraíba e outros estados veio de navio grego

Empresa e comandante do navio são indiciados por crime de poluição.

Por Hélder Loureiro Pegado

02/12/2021 às 11:41:20 - Atualizado h√°

As manchas de óleo que apareceram em centenas de praias brasileiras entre agosto de 2019 e mar√ßo de 2020 vieram de um petroleiro grego. A conclus√£o foi divulgada nesta quinta-feira (2) pela Pol√≠cia Federal (PF).

Segundo a PF, foram encontradas manchas de óleo em mais de mil localidades, em 11 estados litor√Ęneos. Apenas os custos arcados pelos poderes p√ļblicos federal, estadual e municipal para a limpeza de praias e oceano foram estimados em mais de R$ 188 milh√Ķes, estabelecendo-se assim um valor inicial e m√≠nimo para o dano ambiental.

"A Pol√≠cia Federal, a partir das provas e demais elementos de convic√ß√£o produzidos, concluiu existirem ind√≠cios suficientes de que um navio petroleiro de bandeira grega teria sido o respons√°vel pelo lan√ßamento da subst√Ęncia oleaginosa que atingiu o litoral brasileiro. Foram indiciadas pela pr√°tica dos crimes de polui√ß√£o, descumprimento de obriga√ß√£o ambiental e dano a unidades de conserva√ß√£o a respectiva empresa e seus respons√°veis legais, bem como o comandante e o chefe de m√°quinas do navio", afirmou a PF em nota.


O valor total do dano ambiental est√° sendo apurado pela per√≠cia da PF, que dever√° encaminhar com brevidade o respectivo laudo às autoridades competentes. O inquérito policial relatado segue agora para o poder judici√°rio federal no Rio Grande do Norte e o Ministério P√ļblico Federal (MPF), para an√°lise e ado√ß√£o das medidas cab√≠veis.

Fonte: Com assessoria
Comunicar erro
Paraiba Em Pauta

© 2022 Paraíba Em Pauta - Jornalismo Plural, de Interesse Público! Todos os direitos reservados à Pauta Comunicação & Assessoria.
Rua Vigário Calixto, 1754, Catolé, Campina Grande, Paraíba, Brasil.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Paraiba Em Pauta