Sa√ļde Autoteste

Ministério envia pedido à Anvisa para autorizar autoteste de Covid no Brasil

O Minist√©rio da Sa√ļde enviou nesta quinta-feira (13) o pedido à Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) para autorizar o autoteste de Covid-19 no pa√≠s.

Por Hélder Loureiro Pegado

13/01/2022 às 21:50:51 - Atualizado h√°
Esse tipo de teste é feito em casa pelo próprio paciente. Testes convencionais est√£o em falta no pa√≠s diante do avan√ßo da ômicron. Ministério da Sa√ļde pede autoriza√ß√£o de autotestes à Anvisa

O Ministério da Sa√ļde enviou nesta quinta-feira (13) o pedido à Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) para autorizar o autoteste de Covid-19 no pa√≠s.

"A autotestagem é uma estratégia adicional para prevenir e interromper a cadeia de transmiss√£o da Covid-19, juntamente com a vacina√ß√£o, o uso de m√°scaras e o distanciamento social. Os autotestes podem ser realizados em casa ou em qualquer lugar, s√£o f√°ceis de usar e produzem resultados r√°pidos", diz o documento.

Na nota técnica, a pasta detalha qual ser√° o p√ļblico-alvo: qualquer indiv√≠duo, sintom√°tico ou assintom√°tico, independentemente de seu estado vacinal ou idade, que tenha interesse em realizar a autotestagem.

O ministério orienta que o autoteste seja utilizado de forma complementar, como estratégia de triagem, e que pessoas que testarem positivo devem fazer o isolamento para preven√ß√£o de novas infec√ß√Ķes. Além disso, a pasta diz que "a preven√ß√£o por vacina e medidas n√£o farmacológicas sejam devidamente recomendadas".

"O autoteste deve resultar de uma escolha livre e autônoma da pessoa em quest√£o. É importante lembrar que ninguém deve ser for√ßado a realizar o autoteste", diz a nota.

Segundo o ministério, o autoteste tem excelente aplicabilidade no contexto epid√™mico com o objetivo de:

Ampliar oportunidades de testagem para sintomáticos, assintomáticos e possíveis contatos;

Realizar testes antes de se reunir em ambientes fechados com outras pessoas;

N√£o sobrecarregar servi√ßos de sa√ļde, que j√° est√£o muito além do limite de sua capacidade de atendimento;

Testar, isolar, e encaminhar os casos positivos para o Sistema de Sa√ļde (ou tele-atendimento), para a melhor assist√™ncia e a quebra da cadeia de transmiss√£o;

Sair do isolamento, após resultado negativo e sem sintomas.

O governo refor√ßa que o uso de autoteste pode ser uma excelente estratégia de triagem, "pois devido ao curto tempo para o resultado, pode-se iniciar rapidamente o isolamento dos casos positivos e as a√ß√Ķes para interrup√ß√£o da cadeia de transmiss√£o".

O Ministério da Sa√ļde também fez recomenda√ß√Ķes para aprova√ß√£o do autoteste:

Deve apresentar sensibilidade e especificidade satisfatória, conforme par√Ęmetro da OMS;

As instru√ß√Ķes para uso devem contar informa√ß√Ķes sobre per√≠odo de incuba√ß√£o do v√≠rus, do métodos e outras necess√°rias para permitir que a pessoa use de forma adequada;

O solicitante de registro do teste deve fornecer canal de comunica√ß√£o para tirar d√ļvidas dos usu√°rios, 24 horas por dia, 7 dias por semana;

O produto deve ser fornecido com todos os componentes necessários para a realização do teste;

Testes de Covid: diferenças entre PCR, antígeno e autoteste.

Autoteste

Atualmente, a venda do autoteste n√£o é liberada no Brasil. O exame pode ser feito em casa com a coleta do material no nariz com cotonete ou por saliva. O autoteste, no entanto, tem sensibilidade menor do que outros exames, como o RT-PCR, e est√° sujeito ao erro do paciente n√£o treinado.

Na sexta-feira (7), a Anvisa emitiu uma nota esclarecendo que as regras atuais só permitem "o registro de autoteste de doen√ßas infectocontagiosas pass√≠veis de notifica√ß√£o compulsória, como a Covid-19, caso haja uma pol√≠tica de sa√ļde p√ļblica e estratégia de a√ß√£o estabelecida pelo Ministério da Sa√ļde".

"Para a ado√ß√£o de uma eventual pol√≠tica p√ļblica que possibilite o uso de autoteste para Covid-19, é fundamental considerar os fatores humanos e a usabilidade do produto, medidas de seguran√ßa do produto, limita√ß√Ķes, advert√™ncias, cuidados quanto ao armazenamento, condi√ß√Ķes ambientais no local que ser√° utilizado, intervalo de leitura, dentre outros aspectos", completou a ag√™ncia.
Fonte: Com informa√ß√Ķes GloboNews
Comunicar erro
Paraiba Em Pauta

© 2022 Paraíba Em Pauta - Jornalismo Plural, de Interesse Público! Todos os direitos reservados à Pauta Comunicação & Assessoria.
Rua Vigário Calixto, 1754, Catolé, Campina Grande, Paraíba, Brasil.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Paraiba Em Pauta