Polícia Prisão

Acusada de golpes contra desembargadora e ministra do STJ é presa em Campina Grande

Ela foi presa em flagrante tentando se passar por uma cliente da agência para fazer um saque na cooperativa de crédito.

Por Hélder Loureiro Pegado

22/06/2022 às 11:34:43 - Atualizado há

Nessa terça-feira (21), uma mulher foi presa em Campina Grande ao tentar realizar uma transação bancária em uma cooperativa de crédito no bairro da Prata.

De acordo com as informações a mulher de 55 anos, já responde a 51 processos por acusações de fraudes em vários estados do país, na justiça Estadual e Federal. Ela seria inclusive conhecida da polícia por acusações de golpes em uma desembargadora e uma ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Para a prisão da suspeita a polícia montou um plano de atuação para acompanhar a presença dela em todo estado.

Ela foi presa em flagrante tentando se passar por uma cliente da agência para fazer um saque na cooperativa de crédito.

Ela ficará detida na Paraíba onde passará por audiência de custódia.

Fonte: Com ascom/PCPB
Comunicar erro
Paraiba Em Pauta

© 2022 Paraíba Em Pauta - Jornalismo Plural, de Interesse Público! Todos os direitos reservados à Pauta Comunicação & Assessoria.
Rua Vigário Calixto, 1754, Catolé, Campina Grande, Paraíba, Brasil.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Paraiba Em Pauta