Economia Trabalhadores

Salário dos trabalhadores brasileiros com carteira assinada cai 9,34% durante a pandemia

De acordo com o levantamento, antes da Covid-19 chegar ao Brasil, a renda média das pessoas registradas era de R$ 1.735,87 - corrigido pela inflação, este valor deveria ser de R$ 2.102,97.

Por Hélder Loureiro Pegado

26/06/2022 às 11:41:23 - Atualizado há

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) informou neste domingo, 26, que o salário dos trabalhadores brasileiros com carteira assinada caiu 9,34% entre janeiro de 2020 e abril de 2022, período em que o país passou a enfrentar as consequências da pandemia do novo coronavírus. De acordo com o levantamento, antes da Covid-19 chegar ao Brasil, a renda média das pessoas registradas era de R$ 1.735,87 – corrigido pela inflação, este valor deveria ser de R$ 2.102,97. Atualmente, no entanto, a renda média está em R$ 1.906,54.

Segundo o Caged, entretanto, a quantidade de pessoas trabalhando de maneira registrada cresceu 8,5% no período – neste momento, há 41.448.948 cidadãos com carteira assinada em todo o Brasil. De acordo com alguns especialistas, por outro lado, o aumento de vagas formais está relacionado, principalmente, ao fato de parte da população aceitar rendimentos inferiores para sobreviver depois de perder emprego ou ficar na informalidade. Na última sexta-feira, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) informou que a taxa de desempregados no país caiu para 9,4% no mês de abril, atingido cerca de 11 milhões de pessoas no país.

Fonte: Redação, com Valor Econômico
Comunicar erro
Paraiba Em Pauta

© 2022 Paraíba Em Pauta - Jornalismo Plural, de Interesse Público! Todos os direitos reservados à Pauta Comunicação & Assessoria.
Rua Vigário Calixto, 1754, Catolé, Campina Grande, Paraíba, Brasil.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Paraiba Em Pauta